Laboratório Sonda

O laboratório Sonda do IBqM, inaugurado em 1993, foi o primeiro centro de excelência em sua área de atuação construído dentro de uma universidade pública no Brasil. O laboratório realiza investigações de genealogia e análise de genótipos, além de desenvolver projetos de pesquisa na área da genética.

Em 1995, o laboratório firmou um convênio com o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, comprometendo-se a realizar um exame gratuito a cada determinado número de exames pagos. Desde então, o laboratório Sonda tem tido uma significativa participação no campo da genética forense, por tornar mais ágil e menos onerosa a conclusão de processos judiciais.

SondaABIO laboratório Sonda está equipado com um sequenciador de DNA da Applied Biosystems (ABI 3130), onde são realizadas as análises moleculares.

Testes de paternidade e de maternidade e a identificação de restos mortais, entre outros serviços, são oferecidos à população a preços acessíveis. O laboratório possui capacidade para realizar mais de 60 exames de DNA por mês. Como o Sonda não tem fins lucrativos, toda a receita é destinada à manutenção do mesmo e reinvestida em pesquisas básicas do instituto.

Informações: http://www.bioqmed.ufrj.br/sonda

.: Atendimento telefônico de segunda à sexta, das 9h00 às 14h00:
(21) 2260-5579.

Investigação de Paternidade

A investigação de paternidade por DNA é uma análise muita precisa que busca identificar as “marcas” específicas presentes no genoma de um indivíduo e que são transmitidas aos seus descendentes de acordo com as leis de genética descobertas por Mendel.

Com essa abordagem é possível reconhecer no genoma de uma pessoa, qual DNA teve origem materna e qual teve origem paterna. Assim, a comparação entre os padrões genotípicos entre a mãe, o filho, ou filha e o suposto pai, revela se existem ou não vínculos genéticos.

laboratório Sonda-UFRJ sabedor da natureza delicada de suas análises compreende a necessidade de sigilo absoluto e trata cada caso com a seriedade devida.

Metodologia

Para investigações de genealogia, a metodologia empregada pelo Laboratório Sonda-UFRJ é aplicada nas seguintes situações:

• Determinar se um indivíduo é o pai biológico de uma criança ou de um adulto;
• Determinar se um indivíduo pode ser o filho biológico de um suposto pai falecido, através da análise de genótipos de parentes próximos, tais como avós, tios, filhos e irmãos.
• Determinar se uma mulher é de fato a mãe biológica de uma criança ou de um adulto (em casos de troca de bebês em maternidade);
• Determinar se um indivíduo pode ser o filho biológico de uma suposta mãe falecida;
• Determinar se um indivíduo é irmão(ã) de outra pessoa;
• Identificar restos mortais;
• Identificar a procedência de materiais de biópsias.

Identidade

A análise de genótipos pode ajudar na solução de certos crimes, bem como identificar corpos que porventura estejam irreconhecíveis, ou já sepultados por muito tempo.

Por exemplo, em situações de estupro, a análise do DNA do sêmen pode ser comparada com os padrões de suspeitos e dessa forma o criminoso pode ser identificado. Alternativamente, pode-se extrair DNA de manchas de sangue, fragmentos de pele, ou de fios de cabelo presentes em locais de crimes e compará-los tanto com suspeitos, como também com familiares da vítima.

As técnicas empregadas são tão sensíveis que as poucas células presentes na ponta de um cigarro, ou na cola de um selo, ou de um envelope podem gerar DNA suficiente para uma análise completa.

O laboratório Sonda-UFRJ já teve importantes intervenções em casos de análise forense associada a homicídios, desaparecimentos e outras situações que requerem a reconstrução genealógica.

Outros serviços

O laboratório Sonda-UFRJ está sempre procurando adaptar-se aos avanços tecnológicos e desse modo prestar uma variada gama de serviços à comunidade.

Por se tratar de um laboratório do Instituto de Bioquímica Médica da UFRJ, há um íntimo relacionamento entre a pesquisa básica e as análises oferecidas. Tal interação é extremamente importante uma vez que a equipe passa por constantes reciclagens técnicas que tem como objetivo maior o benefício do público em geral.

Em função dessa postura, além de atividades de treinamento, o Laboratório Sonda-UFRJ está engajado e dá apoio a projetos de pesquisa envolvendo análise populacional, por exemplo no estudo de certos tipos de câncer.

A tecnologia utilizada no laboratório Sonda-UFRJ pode ser aplicada também no diagnóstico molecular de um grande conjunto de doenças crônicas e hereditárias. Desse modo o Laboratório está apto a fornecer apoio a projetos translacionais de interesse na área médca.

Genotipagem de Linhagens de Células; Determinação da presença de contaminantes comuns de células em cultura como por exemplo Micoplasmas.

Equipe

equipe2

Prof. Franklin Rumjanek, diretor científico
Dra. Concy Caldeira Maia, médica especialista em genética forense
Rosana Volkweis, bióloga especialista em genética forense

Contato

Laboratório Sonda UFRJ
Determinação de Paternidade por Tipagem de DNA
Instituto de Bioquímica Médica/CCS
Bloco L – Prédio do CCS*, Ilha do Fundão
CEP 21941-590 – UFRJ

Tel.: (21) 2260-5579 – 2562-6446
Fax: (21) 2260-5579
e-mail: sonda@bioqmed.ufrj.br

*Localiza-se em frente ao Hospital Universitário